quarta-feira, 26 de dezembro de 2007

Tic Tac da Porta Aberta

O Natal passou. E passou muito bem. Foi dos bons, daqueles que deixam marca. Não o esquecerei.
E hoje dou por mim com um relógio no pulso. Lindo!
Mais que um relógio de marcar horas, um sinal dos tempos. Que os tempos mudam, que são novos os tempos.
A memória da vivencia deste Natal e o girar dos ponteiros do meu relógio novo, trazem-me uma confiança acrescida nos tempos futuros.
Saiba eu ao olhar os ponteiros, que o avançar do tempo obedece a tempos próprios. Mais que um fácil trocadilho de palavras, é um desafio à minha impaciência.
Meu S. Bento, o meu muito obrigado. E mais uma vez, peço a tua ajuda, para que consiga compreender e respeitar todos os tempos.

Preparem-se todos para os novos tempos. Vivam-nos! E fiquem bem à luz da Lua!

2 comentários:

Rogério Charraz disse...

Já dizia o Camões, "mudam-se os tempos, mudam-se as vontades, muda-se o ser, muda-se a confiança..."

Um bom ano para ti e para a tua inspiradora Lua!

Trovador da Lua disse...

E o maior dos Poetas lá tinha as suas razões. E nós temos as nossas, talvez descendentes das dele. Mas temos, não temos?

E em 2008 "troquemos-lhe as voltas, qu'ainda a noite é uma criança".
Tudo de bom.